Dois Poemas da Vitória

O VENCEDOR

Eu sempre lutei do lado certo,
mas perdi todas.
Até quando pensei estar ganhando,
ao fim e ao cabo,
estava era perdendo.
E perdendo feio, compadre.
Não me sinto, no entanto, um perdedor,
mesmo tendo perdido todas,
porque estava sempre do lado certo.
E porque venci a mim mesmo,
venci a facilidade da desonestidade,
a enganação, a corrupção,
venci o conformismo
e me mantive maria de ir sozinho
e não com as outras.
Perdi todas;
de cabeça erguida,
mas perdi.
E digam o que disserem
palavras não consolam:
perder dói.
Dói mais ainda
quando você se olha no espelho
e vê um vencedor.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: